PBPM: Operação “The Deadwater Ninja”

E eis que, ao décimo sexto dia do mês de Janeiro deste novo ano de 2016, teve lugar mais uma sessão do grupo. Uma vez mais, o local escolhido foi o bar do Cinema São Jorge, nessa tarde tomado de assalto por um partido político em plena campanha das presidenciais. Só tardiamente descobrimos que os jornalistas e fotógrafos presentes no local, afinal, não vinham por nós – tanto pior para eles.
Tratando-se do primeiro encontro de 2016, o astral estava em alta e as expectativas também. Estiveram presentes todos os membros: Elsa Leal, Joel Gomes, Júlia Pinheiro, Leonor Macedo, Rui Bastos e Sandra Martins Pinto. Toda a gente apresentou textos, pelo que – apesar de o tempo e o bruá de fundo terem impossibilitado que todos fossem criticados – não houve tau-tau a dar.IMG_6360

O primeiro conto a ser discutido foi o da Júlia, uma fantasia negra que metia dragões fêmea (e não dragoas), mau feitio e unhas. Muitas unhas. Seguiu-se o texto do Joel, uma intrincada teia policial que metia políticos, malas (às vezes metamorfoseadas em arcas), casas de banho da brigada fiscal, pessoas com a boca cosida e perseguições alucinantes de carro.
Pelo meio, entre palmas e palavras de ordem, a comunicação tornou-se difícil, pelo que o Joel aproveitou para distribuir uns miminhos que tinha trazido, escolhidos à medida da personalidade literária de cada um dos membros do PBPM. Hats off to you, Sir.
Quando a coisa acalmou, pegámos no conto da Leonor, uma peça de terror em inglês sobre as escolhas da vida e um problema de simetrias. Finalmente, analisámos a última versão do conto (já antes discutido) que o Rui escreveu para o universo Serralves, da Imaginauta.
Com isto eram sete e meia, pelo que o conto da Elsa (versão renovada de um conto já trazido ao grupo, sobre um congresso muitíssimo peculiar) teve de ficar para a próxima, e com ele o texto da Sandra –  a primeira página do que (espera-se) virá a ser uma peça mais comprida, mais propriamente uma trama familiar. Ficou ainda para a próxima um mini-conto do Joel sobre perda e liberdade.
Do São Jorge seguimos para a Pizzaria Lisboa, no Chiado, onde continuámos a tradição literária de apreciar a bela gastronomia, designadamente abarbatando-nos a belíssimas pizzas com nome de bairros lisboetas e a sobremesas requintadas como ananás em forno de lenha com sorvete de manjericão, chocolate ao cubo e panna cotta de baunilha com frutos vermelhos.
Mas nem a comida nos calou a boca porquanto, dando mostras da nossa imensa capacidade de trabalho, conseguimos varrer durante o jantar todos os pontos da ordem de trabalhos agendada, que integrava: por um lado, variados assuntos relativos ao blog do Polícia Bom, Polícia Mau (adivinha-se melhorias para breve) e bem assim ao fórum do grupo; por outro, os eventos e participações literárias planeados para este novo ano, incluindo a planeada ida à Eurocon de Barcelona.
Dali, ainda seguimos para o Terreiro do Paço, onde beberricámos uns cafés/descafeinados/cappuccinos e nos lançámos em exercícios de intensa coscuvilhice sobre o estado da educação e da cultura geral em Portugal, as shown nos reality shows e outros fenómenos televisivos do género. E por volta da meia noite, quais cinderelas, lá nos retirámos, que metade do grupo já tem idade para ter juízo e a outra metade para lá caminha.

Cumpriram a ordem de serviço os seguintes bófias: todos.

Levaram tau-tau: ninguém.

Citações do dia:

  • Ah, se era gordo já me lembro!
  • O Matias é trafulha, mas não é trafulha desta história.
  • Quem vem de lá das banjenjas do país…
  • Era a velha zarolha!

(Foto: Júlia Pinheiro)

Insultos, elogios ou sugestões, clique aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s