O Chui leu: O BRAÇO ESQUERDO DE DEUS, de Paul Hoffman

CCA4_LP_F02_XP8_dupLayoutTítulo: O Braço Esquerdo de Deus
Título original:
The Left Hand of God
Autor: Paul Hoffman
Série: Thomas Cale, #1
Publicado por: Porto Editora
Ano da edição: 2014
Páginas: 400

Sinopse: A sua chegada foi profetizada. Dizem que ele destruirá o mundo. Talvez o faça…

“Escutem. O Santuário dos Redentores, em Shotover Scarp, é uma mentira infame, pois lá ninguém encontra santuário e muito menos redenção.”

O Santuário dos Redentores é um lugar vasto e isolado – um lugar sem alegria e esperança. A maior parte dos seus ocupantes foi levada para lá ainda em criança e submetida durante anos ao brutal regime dos Redentores, cuja crueldade e violência têm apenas um objecivo – servir a Única e Verdadeira Fé. Num dos lúgubres e labirínticos corredores do Santuário, um jovem acólito ousa violar as regras e espreitar por uma janela. Terá talvez uns catorze ou quinze anos, não sabe ao certo, ninguém sabe, e há muito que esqueceu o seu nome verdadeiro — agora chamam-lhe Cale.
É um rapaz estranho e reservado, engenhoso e fascinante. Está tão habituado à crueldade que parece imune a ela, até ao dia em que abre a porta errada na altura errada e testemunha um acto tão terrível que a única solução possível é a fuga.
Mas os Redentores querem Cale a qualquer preço… não por causa do segredo que ele sabe mas por outro de que ele nem sequer desconfia.

Com O Braço Esquerdo de Deus, primeiro volume de uma trilogia, Paul Hoffman confirma-se como uma das novas grandes vozes da literatura de Fantasia.

Veredicto (de Elsa Leal): Quando o li, estava a precisar de um livro que me prendesse desde as primeiras páginas e este conseguiu-o.

Ainda não conhecia nada deste autor e tinha o livro em standby há muito tempo, ali a gritar pelo meu nome 🙂 Ainda bem que lhe peguei.
Sim, é certo que existem ali algumas coisas que me fazem confusão, porém nada disso se sobrepõe ao enredo e à forma brutal com que somos apresentados ao mundo em que Thomas Cale foi criado.

Parte de uma triologia, este é o 1º volume. O mundo que nos é apresentado é de uma brutalidade frontal e extraordinariamente fácil de visualizar.
A escrita de Hoffman é daquelas que fica impressa na mente desde o 1º parágrafo e, a prova disso, foi a relativa rapidez com que consegui terminar de ler o livro.

Thomas Cale é um rapaz de 14 anos. Criado no Santuário desde os 4 anos, é mestre em esconder os seus pensamentos e emoções. Vê-se acidentalmente envolvido numa situação que o força a fugir do Santuário rumo ao desconhecido, na companhia de dois outros acólitos e de Riba, uma rapariga que salva da morte às mãos de um Redentor.
Isso vai levá-lo ao coração do Império, nas mãos dos Matterazzi e a conhecer uma realidade diferente, cujas regras nem sempre é capaz de compreender. Leva-o também a experimentar novas emoções, até então desconhecidas e é interessante perceber como por vezes reage a elas.

O que me causou alguma estranheza foi não ter conseguido inserir o mundo onde isto se passa numa categoria muito específica. Por vezes tive a sensação que Hoffman nos deslocava dentro de uma pequena manta de retalhos do nosso próprio mundo, usando e não usando as nossas próprias tradições e religiões, usando nomes de locais que conhecemos mas que não se situam “exactamente ali” e isso, quando não é um pouco mais bem explicado ou detalhado, causa-me um bocado de impressão. Também por vezes não consegui perceber bem se estamos maioritariamente perante uma sociedade relativamente modernizada ou mais medivalista, já que usa-se a expressão “carros” e A7 (se a memória não me falha, para designar uma estrada) mas depois há cavaleiros e armaduras e espadas…
Nada disto me causaria confusão se o cenário tivesse sido declarado logo desde o princípio, o que não acontece.
Porém, à parte disto, deparamo-nos com personagens de caracter dúbio, algo intrigantes e que não primam pelas virtudes.
A forma como o livro termina, leva-nos à continuação, que faço intenções de ler. Se possível, em breve.

Insultos, elogios ou sugestões, clique aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s