O Chui leu: CORDEIRO – O EVANGELHO SEGUNDO BIFF, O AMIGO DE INFÂNCIA DE JESUS CRISTO, de Christopher Moore

Cordeiro (2)Título: Cordeiro – o Evangelho segundo Biff, o amigo de infância de Jesus Cristo
Título original:
Lamb: The Gospel According to Biff, Christ’s Childhood Pal
Autor: Christopher Moore
Publicado por: Gailivro
Ano da edição: 2010
Páginas: 502

Sinopse: Centenas de milhares de pessoas em todo o mundo leram – e releram – a história irreverente, iconoclasta e divinamente divertida da infância de Jesus Cristo, segundo o testemunho do seu amigo de infância, Levi bar Alphaeus (também conhecido por Biff). Agora, também tu poderás descobrir o que realmente aconteceu entre a manjedoura e o Sermão do Monte.

Veredicto (de Joel G. Gomes): Jesus Cristo, acredite-se nele ou não, é uma figura incontornável da História da Humanidade, mas é também uma figura sobre a qual muito pouco se sabe além do que é referido na Bíblia. A ausência de referências feitas por historiadores seus contemporâneos, entre eles Plínio o Velho ou Plutarco, é um mistério (ou talvez não) que fica para os académicos decifrarem. Além dessa lacuna, o próprio Novo Testamento é parco em mencionar uma grande parte da vida de Jesus. Testemunhamos o seu nascimento, presenciamos a sua pregação, morte e ressurreição. Onde estão os anos da infância e adolescência?

Bento XVI escreveu sobre estes anos desaparecidos, mas Christopher Moore achou que estava fraquinho e resolveu tratar ele do assunto. Para isso criou Levi, o melhor amigo de Jesus, que o acompanhou durante toda a sua vida – uma espécie de décimo terceiro apóstolo que ficou arredado dos Evangelhos porque… era um tipo parvinho, insensato, pecador. Enfim, era a última pessoa que merecia conviver o Messias, mas era também o seu melhor amigo, aquele que estava pronto a tudo para o ajudar a encontrar o seu caminho, aquele que nunca o abandonava, que o obrigava a questionar-se sobre as suas acções.

Mais uma vez, Christopher Moore apresenta-nos uma história meticulosamente detalhada, muito bem escrita, com várias passagens capazes de nos fazer ir às lágrimas, seja de riso, seja de comoção. Levi não adorava Jesus por este ser o Messias, adorava-o por ser o seu melhor amigo. Esta é a história de uma amizade e raios ma partam se isso não é bonito.

Insultos, elogios ou sugestões, clique aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s