O Chui leu: O Espaço Vazio, de Dick Haskins

 

29340828

Título: O Espaço Vazio
Autor: Dick Haskins
Publicado por: Sábado
Ano da edição: 2016
Páginas: 188

Sinopse (do Goodreads): David Maclean, principal accionista de uma importante companhia petrolífera norte-americana, é ameaçado de morte através de cartas anónimas.
Para Michael Wade, que acaba de abrir a sua agência de investigador particular, este vai ser «o primeiro caso»; o que é estranho, dado tratar-se de um «estreante» e existirem outros investigadores com experiência comprovada. Para o facto, dão-lhe porém uma justificação que considera aceitável.
É na Pousada do Lago, em La Négresse, Biarritz, que Maclean passa as férias de Verão… e é lá – de acordo com as ameaças – que o vão matar. Pesa pois sobre Wade a responsabilidade da segurança de Maclean… mas quem é assassinado, afinal, é alguém que estava dado como morto há muitos anos!
Rodeado de diversos suspeitos, Wade só vai encontrar a solução do mistério no espaço vazio de uma noite…

Veredicto (de Rui Bastos): O nome do autor é estrangeiro, mas o autor é bem português. Dick Haskins é um pseudónimo de António Andrade de Albuquerque, que o usa para publicar policiais desde os anos 50 do século passado. Não é o único português a fazê-lo, um facto interessante mas que fica para outra altura.

A pequena colecção de quatro livros a preços irrisórios (50 cêntimos!) veio parar às minhas estantes, vá-se lá saber como, e estava muito curioso. Pode ter sido uma adolescência (tenho 23 anos, já sou adulto, ESTÁ BEM?) a ler Agatha Christie e Conan Doyle, ou outra coisa qualquer, mas gosto imenso de devorar policiais. Estes quatro, de um autor português que eu desconhecia podiam ser a porta de entrada numa extensa bibliografia com potencial de me satisfazer!

Infelizmente, nem por isso. Ainda tenho outros três para ler, mas esta leitura foi tão insípida, previsível e mal construída, que não auguro nada de bom para restantes. A sinopse diz-vos basicamente tudo o que precisam de saber, e deixa de fora apenas as improbabilidades que acontecem em catadupa e que investigados por Poirots e Sherlocks soam inverosímeis, mas não patetas, pelo menos a maior parte do tempo, mas que aqui… Enfim.

As personagens são demasiado unidimensionais, e a escrita não fascina. O estilo (o formato e a estrutura) está em linha com o policial noir de consumo rápido, mas o enredo parece uma versão digerida e traduzida por miúdos dos enredos de outros livros e portanto não deixa marcas. Infelizmente.

One thought on “O Chui leu: O Espaço Vazio, de Dick Haskins

  1. Caro Chui, também tive a infelicidade de ler este policial neste Agosto. Até certo ponto, achei cómica a leitura da obra, mas a paciência para com a mediocridade vai diminuindo até aquele final que, não lembrando ao Diabo, é despachado com uma naturalidade e desfaçatez incomuns por parte do autor. Oh António, francamente!

    Gostar

Insultos, elogios ou sugestões, clique aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s